Blogonet » Blogs » Nothingandall

RSS Nothingandall - Fiche du blog

Signaler


Derniers articles publiés sur le blog

Enquanto Durmo .- Paulo Themudo

Ajouté il y a 22 heures, via Nothingandall, dans Culture

Uma folha de papel Amparada pelas minhas mãos, Berço de criança Que embalo no tempo. Qual relógio que não pára E me desorienta A fugir... A deixar para trás A mortalha que me fez silêncio. Eu queria o mundo A passar nos meus olhos, Uma luz vã e serena Para madrugar os meus sonhos. Queria...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Soneto do amor total - Vinicius de Moraes

Ajouté il y a 1 jour, via Nothingandall, dans Culture

Wall Painting, House of the Epigrams, Reign of Nero from here Amo-te tanto, meu amor ... não cante O humano coração com mais verdade ... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te afim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade. Amo-te, enfim, com...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Partindo - Eugénio Tavares

Ajouté le 18-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Triste, por te deixar, de manhãzinha Desci ao porto. E logo, asas ao vento, Fomos singrando, sob um céu cinzento, Como, num ar de chuva, uma andorinha. Olhos na Ilha eu vi, amiga minha, A pouco e pouco, num decrescimento, Fugir o Lar, perder-se num momento A montanha em que o nosso amor se...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

António Ramos Rosa (na passagem do 90º aniversário do poeta)

Ajouté le 17-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Talvez seja o momento de. Mesmo sem esperança. E ele escreve: nenhum impulso para ti. Um espaço deserto. Ele prescuta entre as pedras e as sombras. Nada vê. Ignora. Olha. que traços são estes, qual a origem destas palavras nulas? Ele escreve. Ele deseja esse desejo de tornar habitável o...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Citação do dia - Quem se julga maior do que os outros...

Ajouté le 17-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

«el que se tenga por grande que se vaya al cementerio y ahí verá lo que es el mundo es un palmo de terreno» Quem se julga maior do que os outros que vá ao cemitério e aí verá que o mundo não é mais do que um palmo de terra El Que Se Tenga Por Grande by Carmen Linares on Grooveshark

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Désespoir - Oscar Wilde

Ajouté le 16-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

The seasons send their ruin as they go, For in the spring the narciss shows its head Nor withers till the rose has flamed to red, And in the autumn purple violets blow, And the slim crocus stirs the winter snow; Wherefore yon leafless trees will bloom again And this grey land grow green with summer...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Ansiedade - Manuel da Fonseca

Ajouté le 15-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Quero compor um poema onde fremente cante a vida das florestas das águas e dos ventos. Que o meu canto seja no meio do temporal uma chicotada de vento que estremeça as estrelas desfaça mitos e rasgue nevoeiros — escancarando sóis! in "Poemas Dispersos" Manuel Lopes Fonseca (n. em...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Uma Pedra ao Lado da Evidência - Sebastião Alba

Ajouté le 14-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Deito-me na rede atada Aos pináculos do fuso horário. Tivessem os meus dias um dono ao alcance da voz que por mim cora; sem pejo o adularia. Este sulco em minha mão que enruga a testa das ciganas não vai mais longe o seu cavalo cego. Que ilusória beleza raia um verso nado e, dúplice, na...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Metáfora da Ambição - Francisco Manuel de Melo

Ajouté le 13-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Vivia aquele Freixo no alto monte, Verde e robusto: apenas o tocava O brando vento, apenas o deixava De abraçar pelos pés aquela fonte. Tão soberbo despois levanta a fronte, Como o Pavão, do bosque donde estava, Envejoso de ver que o mar cortava Um Pinho que nasceu dele defronte. Ora saiu da...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Aniversário depois dos cinquenta - Fernando Semana

Ajouté le 12-10-2014, via Nothingandall, dans Culture

Torna-se uma aventura desconfortável Acrescentar anos depois dos cinquenta: Refletir ao espelho... é inevitável E algo diferente nos apoquenta… Ressurgem as introspeções, os balanços Dos sonhos perdidos, das lutas banais, Dos amores e da vida aos solavancos - indeléveis contrastes...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Commentaires

Ils aiment ce blog