Blogonet » Blogs » Nothingandall

RSS Nothingandall - Fiche du blog

Signaler


Derniers articles publiés sur le blog

.Quand on ne s'aime plus - Julio Dantas

Ajouté le 19-05-2020, via Nothingandall, dans Culture

Ponto final. Adeus. Tinha previsto o fim. Quiz muito, quiz demais... O culpado fui eu. Se é que póde morrer o que nunca viveu, Sinto que morreu hoje o teu amor por mim. Fiz mal em vir? Talvez. Quizeste vêr-me: vim. Que placidez a tua e que sorriso o teu! Amor que raciocina é amor que morreu....

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Anunciação - Luís Amaro

Ajouté le 05-05-2020, via Nothingandall, dans Culture

Imprecisa e grácil te imagino Rasgando de esperança a noite enorme E iluminando o coração soturno Que mora, exilado, em mim. Teu vulto vence a névoa do crepúsculo e detém meus passos sem destino A beira da noite hiante e pálida Com, lá no fundo, a minha imagem Desfigurada e triste,...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Prece - pedro homem de mello

Ajouté le 05-03-2020, via Nothingandall, dans Culture

Talvez que eu morra na praia Cercado em pérfido banho Por toda a espuma da praia Como um pastor que desmaia No meio do seu rebanho Talvez que eu morra na rua Ínvia por mim de repente Em noite fria sem lua Irmão das pedras da rua Pisadas por toda a gente Talvez que eu morra entre grades No meio...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Circe - eugénio de castro

Ajouté le 04-03-2020, via Nothingandall, dans Culture

Minh'alma, onde se miravam rosas, É hoje, Lídia do meu coração, Um altar de primeira comunhão Enfeitado com plantas venenosas. Meus desejos, noviças cor de lua, Passeando andavam entre esbeltos lírios, Quando apareceste serpentina e nua, Derramadora de letais delírios. Viram-te os puros...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Eu, que sou feio...- Cesário Verde

Ajouté le 25-02-2020, via Nothingandall, dans Culture

Eu, que sou feio, sólido, leal, A ti, que és bela, frágil, assustada, Quero estimar-te, sempre, recatada Numa existência honesta, de cristal. Sentado à mesa dum café devasso. Ao avistar-te, há pouco, fraca e loura. Nesta Babel tão velha e corruptora, Tive tenções de oferecer-te o braço....

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Nos teus gestos... - Joaquim Pessoa

Ajouté le 22-02-2020, via Nothingandall, dans Culture

Nos teus gestos há animais em liberdade e o brilho doce que só têm as cerejas. É neles que adormeço, e dos teus dedos retiro a luz azul dos arquipélagos. Os teus gestos são letras, sílabas, poemas. Os teus gestos são páginas inteiras. São a tua boca a namorar na minha boca, o cio dos...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

O barÃo e o doutor - xavier de novais (que nasceu faz hoje 200 anos)

Ajouté le 17-02-2020, via Nothingandall, dans Culture

B. – Senhor Doutor, dá licença? – D. – Não sei quem é que está aí! – B. – Seu criado – eu vou entrando… D. – Oh! Vossência por aqui! A Senhora Baronesa Como passa? – Tem saúde?… Quis ir ontem visitá-la… Tive que fazer, não pude. B. – Eu le digo… vai andando; Mas...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Ilha dos Amores - Vasco da Gama Rodrigues (nos 111 anos do nascimento)

Ajouté le 27-01-2020, via Nothingandall, dans Culture

Lagoa das Sete Cidades, Açores No vivo Mar Salgado concebida, Entre remotas ondas balouçando, E num manto de lendas rrepousando Persiste oculta a Ilha Adormecida. Ali onde sonhavam já perdida, Ansioso de saudade alguém pairando, Seu belo corpo inerte assinalando O vê desnudo sem o Ar da Vida....

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Misteriosa - filinto de almeida

Ajouté le 04-12-2019, via Nothingandall, dans Culture

— Quem será, de onde veio, esta perturbadora, Esta esquisita, ignota e sensual criatura Com gestos graves de senhora E trajes de mulher impura? — De onde veio e quem seja, em vão isso indagara, No teatro ou na rua a cidade curiosa... Supondo-a uma figura rara, Singular e maravilhosa. De tão...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

A paz sem vencedor e sem vencidos - sophia de mello breiner andresen (no centenário do seu nascimento

Ajouté le 06-11-2019, via Nothingandall, dans Culture

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos A paz sem vencedor e sem vencidos Que o tempo que nos deste seja um novo Recomeço de esperança e de justiça Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos A paz sem vencedor e sem vencidos Erguei o nosso ser à transparência Para podermos ter melhor a vida Para...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Commentaires

Ils aiment ce blog