Blogonet » Blogs » Nothingandall

RSS Nothingandall - Fiche du blog

Signaler


Derniers articles publiés sur le blog

Sonho Oriental - Antero de Quental

Ajouté le 18-04-2019, via Nothingandall, dans Culture

Sonho-me ás vezes rei, nalguma ilha, Muito longe, nos mares do Oriente, Onde a noite é balsâmica e fulgente E a lua cheia sobre as aguas brilha... O aroma da magnólia e da baunilha Paira no ar diáfano e dormente... Lambe a orla dos bosques, vagamente, O mar com finas ondas de escumilha... E...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Boletim - Miguel Torga

Ajouté le 17-04-2019, via Nothingandall, dans Culture

Coimbra, 17 de Abril de 1969 Tarde limpa, De pureza comungada. No rio, corre, parada, a paisagem reflectida; Há não sei que voz traída No silêncio do que é mudo; A luz parece despida; E uma alegria incontida Sorri no rosto de tudo. in Diário XI 1973 Extraído de Miguel Torga, Poesia Completa,...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Arte-final - Affonso Romano de Sant'Anna

Ajouté le 27-03-2019, via Nothingandall, dans Culture

Não basta um grande amor para fazer poemas. E o amor dos artistas, não se enganem, não é mais belo que o amor da gente. O grande amante é aquele que silente se aplica a escrever com o corpo o que seu corpo deseja e sente. Uma coisa é a letra, e outra o ato, quem toma uma por outra confunde e...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Cavalo de várias cores - Reinaldo Ferreira

Ajouté le 20-03-2019, via Nothingandall, dans Culture

Quero um cavalo de várias cores, Quero-o depressa que vou partir. Esperam-me prados com tantas flores, Que só cavalos de várias cores Podem servir. Quero uma sela feita de restos Dalguma nuvem que ande no céu. Quero-a evasiva - nimbos e cerros - Sobre os valados, sobre os aterros, Que o mundo...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Menino e Moço - António Nobre

Ajouté le 18-03-2019, via Nothingandall, dans Culture

Tombou da haste a flor da minha infância alada. Murchou na jarra de oiro o pudico jasmim: Voou aos altos céus Sta. Águia, linda fada Que dantes estendia as asas sobre mim. Julguei que fosse eterna a luz dessa alvorada, E que era sempre dia, e nunca tinha fim Essa visão de luar que vivia...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Amor e Razão - Filinto de Almeida

Ajouté le 28-01-2019, via Nothingandall, dans Culture

A Alberto Pereira Leite Sempre a razão vencida foi de amor. CAMÕES. Por que me hei de importar? Se a Razão pede Sacrifícios, com lágrimas os paga. Se tenho no meu peito aberta chaga, Ela nenhum alívio me concede. "Pára, infeliz! Alguém teus passos mede... Se em gozos a tua alma se...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Musical suggestion of the day: O Teu Nome - Miguel Gameiro & Mariza

Ajouté le 16-01-2019, via Nothingandall, dans Culture

Cet article est entièrement visuel (image, vidéo...). Voir l'article sur le blog original →

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Dizem que a paixão o conheceu - Al Berto

Ajouté le 11-01-2019, via Nothingandall, dans Culture

dizem que a paixão o conheceu mas hoje vive escondido nuns óculos escuros senta-se no estremecer da noite enumera o que lhe sobejou do adolescente rosto turvo pela ligeira náusea da velhice conhece a solidão de quem permanece acordado quase sempre estendido ao lado do sono pressente o suave...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Soneto [Sonhei-te tantos anos! Tantos anos!] - Gilka Machado

Ajouté le 18-12-2018, via Nothingandall, dans Culture

Sonhei-te tantos anos! Tantos anos! Eras o meu ideal de amor e de arte, buscava-te a toda hora e em toda parte nessa ânsia inexplicável dos insanos. Enfim, vencida pelos desenganos, como quem nada espera que lhe farte a alma faminta, exausta de sonhar-te, abandonei-me do destino aos danos....

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

EsperanÇa e tristeza - teixeira de pascoaes

Ajouté le 14-12-2018, via Nothingandall, dans Culture

Minha tristeza é pior que a tua dor. Um dia, no teu ventre sentirás Reencarnar para o mundo o teu amor: A mesma alma, o mesmo olhar… verás!… Eu sei que há de voltar; e assim terás A alegria primeira, ainda maior… E então, de novo, alegre ficarás; Será primeiro o teu segundo amor! Mas...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Commentaires

Ils aiment ce blog