Blogonet » Blogs » Nothingandall

RSS Nothingandall - Fiche du blog

Signaler


Derniers articles publiés sur le blog

Amar ou Odiar - Fausto Guedes Teixeira

Ajouté le 11-10-2017, via Nothingandall, dans Culture

Amar ou odiar: ou tudo ou nada O meio termo é que não pode ser A alma tem de estar sobressaltada Para o nosso barro se sentir viver Não é uma cruz a que não for pesada Metade de um prazer, não é um prazer! E quem quiser a vida sossegada Fuja da vida e deixe-se morrer! Vive-se tanto mais...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Sonhos de sol - antônio tavernard

Ajouté le 10-10-2017, via Nothingandall, dans Culture

Nesta manhã tão clara é sacrilégio o se pensar na morte. No entanto é no que penso úmidos de pranto os meus olhos cansados. Sortilégio de luz pela cidade... As casas todas, humildes e branquinhas lembram gráceis e tímidas mocinhas no dia de suas bodas. Morrer assim numa manhã tão linda,...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Zelos - Zeferino Brazil

Ajouté le 03-10-2017, via Nothingandall, dans Culture

Lírios rosa, Eliomar Ribeiro De leve, beijo as suas mãos pequenas, alvas, de neve, e, logo, um doce, um breve, fino rubor lhe tinge a face, apenas de leve beijo as suas mãos de neve. Ela vive entre lírios e açucenas e o vento a beija, e, como o vento, deve ser o meu beijo em suas mãos...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Lembrando José Cardoso Pires

Ajouté le 02-10-2017, via Nothingandall, dans Culture

«Mas a meio caminho voltou para trás, direita ao mar. Paulo ficou de pé no areal, a vê-la correr: primeiro chapinhando na escuma rasa e depois contra as ondas, às arrancadas, saltando e sacu­dindo os braços, como se o corpo, toda ela, risse. Uma vaga mais forte desfez-se ao correr da praia,...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Do barco - paulo bomfim

Ajouté le 30-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

No barco de um soneto eu te procuro Por praias e avatares tripulantes, Deixo de mim nos litorais amantes, Contrabandeando sóis no porto escuro. E dos remos sonoros que seguro, Faço a canção das ilhas mais distantes, E num ritual de ventos navegantes Clamo por ti em tempos de futuro. Sinto que a...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Dois rios - Luís Miguel Navas (que hoje faria 60 anos...)

Ajouté le 29-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

O corpo dividido em duas partes fechadas à chave uma na outra, avanço num duplo coração como se fosse ao mesmo tempo num só barco por dois rios. in O Céu Sob as Entranhas; Limiar, Porto, 1989 Luís Miguel de Oliveira Perry Nava (nasceu em Viseu, 29 de setembro de 1957 — m. Bruxelas, 10 de...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Noturno - Emílio Moura

Ajouté le 28-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

Tocai, tocai, ó flautas que ninguém ouve. Silenciosas palavras que vos impregnais de eternidade: falai ao nosso espírito. Que carícia inesperada, que doçura tímida nos pensamentos de jamais que ora regressam de ignorados ermos! (Por que esta paisagem não se transfigura como se não houvesse...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Crianças - Rodrigues de Abreu (na efeméride dos 120 anos do nascimento)

Ajouté le 27-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

Somos duas crianças! E bem poucas no mundo há como nós: pois, minto e mentes, se te falo e me falas; e bem crentes somos de nos magoar, abrindo as bocas... Mas eu bem sinto, em teu olhar, as loucas afeições, que me tens e também sentes, em meu olhar, as proporções ingentes do meu amor, que,...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

MetÁfora antiga - alice spíndola

Ajouté le 26-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

O artesão da palavra faz paragem no tempo, com talento, telas e fios faz também surgir tramas e teias, viaja e busca no íntimo, melodia e tijolo antigo que completam o sonho. in Fio do labirinto; Goiânia: Editora da UFG, 1996 ALICE SPINDOLA nasceu na Nova Ponte, Minas Gerais, Brasil, em 26 de...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

gordo e careca - valter hugo mãe

Ajouté le 25-09-2017, via Nothingandall, dans Culture

para rosa maria weber e alberto bresciani onde vais, valter hugo mãe, tão sem ter com quem, tão precipitado no vazio do caminho à procura de quê porque não ficas em casa, resignadamente só, a ver como a vida se gasta sem culpa nem glória é um rapaz estranho, valter hugo mãe, aí metido...

Ajouter un commentaire | Lier avec un autre article | Fiche de l'article

Commentaires

Ils aiment ce blog